terça-feira, março 13, 2007

A primeira

Estacionar em Lisboa é um acto que envolve alguns passos básicos. Poucos.
Mas como em qualquer outra temática que envolva passos básicos, o esquecimento ou não cumprimento de um dos passos dá origem a algo...como hei de dizer...

...ok ok, pronto, fui multado.
O texto não me estava mesmo a sair bem, saltamos a parte da introdução.

Image Hosted by ImageShack.us

Sim, multado, pela primeira vez - toda uma panóplia de emoções, eu sei.

A multa veio pela mão da vigilante Patrícia C.
O valor da multa, esse, foram 5 euros.
Para a primeira vez realmente podia ter feito bem melhor, mas se há áreas em que gosto e me esforço por fazer as coisas 'à grande', bom, esta não é uma delas e ainda bem.

Mesmo assim proporcionou um agradável (e bonito) momento Pai/Filho que tão cedo não irei esquecer - toda uma panóplia de sentimentos, também dei conta.

Depois de um toque no ombro e de um "para a próxima já sabes" a vida seguiu o seu rumo.

Aprendeste a lição? Aprendi sim senhor.
Haverão mais momentos destes? Humm...não creio.
O que é a Patrícia C.? Certamente um bovino obeso! (maldade, maldade, mas vocês já sabiam que ia sobrar para ela...) =)

4 comentários:

sofya disse...

não fui a tempo de presenciar aquilo a que chamas de um bonito momento «pai/filho».. mas se ficou apenas por um toque no ombro e pelo já célebre "aprendeste a lição?", acho que em muito isso se deve ao facto de a multa ser apenas e só de 5 euritos ;D

quanto ao episódio do estacionamento, é pena que não o tenhas relatado. é que todo ele é um chinfrim de emoções ao mais alto nível: buzinadelas, gajos de chapéus de palha e fala arrastada à «gaijo da street» a ameaçar sabe lá o Altíssimo o quê.. uiii só aquilo melhorou e muito uma tarde que prometia já por si ser do melhor!

* passei aqui porque não me estava a sentir sexy e por isso.. ;)

Patrícia C disse...

Caro André, noto que as referências k faz à minha pessoa no seu post não são as melhores. Gostaria de lhe relembrar que terá de continuar a estacionar em Lisboa, e com este tipo de precedentes, talvez para a próxima não pague apenas 5 euros. Considero tb uma "chapada de luva branca" o facto d me apelidar de bovino obeso mas após este post ser publicado eu passar a ser uma pessoa extremamente sexy. Vejo que a sua coerência é proporcional ao seu jeito para estacionar.
Fique bem e..até à próxima.

sofya disse...

oh! mas a Patricia C. deu com isto? nos confins dos blogues e encontrou-te..
cheira-me que vais ter de dar mais 5 eurecas ahahahahahah
(tás feito!)

Ads disse...

sofya: É como dizes, tivesse a "brincadeira" custado mais do que custou e o momento tinha sido outro...
Ainda deu para rir um bocado, já que a multa andou mais de meia cidade de Lisboa no pára-brisas.

Quanto ao episódio do estacionamento, nem vale a pena contar. É daqueles momentos que se guardam na "Arquinha dos momentos que envolvem pessoas que mereciam perder alguns dos dentes que têm na boca" para, um dia mais tarde, contar em conversas de café :P

patrícia c: Bom, Patrícia...ainda bem que apareceste.
Fui de facto muito injusto nas minhas palavras, vamos falar...
Podes sentar-te, estamos sozinhos, está à vontade.

Bebes algo? Vou colocar um som de fundo, Barry White, Marvin Gaye...
Começamos com o Barry.
Enquanto a música começa aproveito e trago dois cálices e uma garrafa do melhor vinho que tiver por ali...

Pronto, onde íamos mesmo? Ah, sim, fui injusto.
Ainda bem que podemos esclarecer a situação. Estava apenas a querer ser engraçado, tu sabes...pronto, não sabes, mas agora imaginas.
Gelo? Ok, vou buscar. Pelo caminho acendo a lareira, sempre aquecemos um pouco.

Sabes, é sempre fácil brincar com quem não conhecemos, falar do que não sabemos...é algo que não nos atinge, mas...quase que sinto que te conheço de algum lado...daí estar a justificar os meus actos, não sei, é estranho...
Já nos cruzámos algures por aí?
É provável que sim...

Sim, já me tinham dito que os sofás não eram os mais confortáveis...há até uma história engraçada mas é melhor não contar. Não, acredita, não vais querer saber...
Mas se preferires posso buscar umas mantas, daquelas quentinhas, sempre são mais confortáveis...tens até o privilégio de escolher a cor: azul, preta, vermelha, amarela...
Boa escolha, eu fico com esta.

É como te digo, não fazia a mínima ideia...falei sem saber. E peço desculpa por isso.
Se servir de atenuante, não o fazia hoje...sejamos sinceros, não estive nem perto...
Estou perdoado? Não rias, a sério...estou?
Esse sorriso...humm, diria que sim...acho que estou perdoado.

Agora já posso contar a história do sofá...
Sim, esta já é do Marvin Gaye...acho que é a ”Let’s get it on”.

Este é um dos bons momentos da vida... ;)

sofya: Já tinha pensado nisso, já já...